14 Jun 2017

Sem debate algum com a sociedade, governo Temer prepara venda das companhias estaduais de abastecimento e despeja, na mesa de jogo do cassino financeiro global, as maiores reservas hídricas do planeta

Por Maíra Mathias, da Agência Fiocruz

A rua se transformou em um cenário de guerra. A fumaça e o barulho desorientadores das bombas de efeito moral se somavam aos estampidos produzidos por gatilhos a todo o momento acionados para liberar balas – de borracha, de plástico e até de chumbo.

A visão era dificultada por outras bombas, de gás lacrimogêneo, e a entrada de um certo prédio público foi cercada de barreiras. De lá, saíam fortes jatos d´água apontados na direção de um carro de som. A perseguição se estendeu e dois veículos blindados, conhecidos como “caveirão”, avançaram por outras vias do centro do Rio de Janeiro. O noticiário chamou o acontecido naquela tarde de sol de 9 de fevereiro de “batalha”, palavra que originalmente remete ao combate militar entre dois exércitos inimigos.

...

Apesar de protestos, Alerj aprovou, por 41 votos a favor e 28 contrários, o projeto de lei que permite a privatização da Cedae

por Júlia Dias CarneiroDa BBC Brasil no Rio de Janeiro - Foto Thomaz Silva - Ag Brasil

Aprovar a privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) do Rio para sanar a crise financeira do governo atual é uma medida que foi tomada de maneira "açodada", sem base em evidências, sem as salvaguardas necessárias e sem considerar a função social dos serviços de saneamento, afirma Léo Heller, relator especial da ONU para o direito à água e ao saneamento e pesquisador da Fiocruz de Minas.

Para Heller, a aprovação da privatização se dá em um quadro "muito preocupante", no qual uma decisão que tem impacto estrutural de longo prazo - já que contratos de concessão de saneamento costumam ser da ordem de cerca de 30 anos - é tomada "com base apenas na racionalidade de uma crise fiscal".

"Uma decisão como esta modifica radicalmente a prestação de serviços e não dev...

Please reload

NOTICIAS RECENTES

Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

ORGANIZAÇÃO