Mais de dois anos após o desastre que enlameou o rio Doce com rejeitos da mineração, a população de Governador Valadares espera a retomada dos processos na Justiça e não confia na qualidade do que chega às torneiras

Sem saneamento, Lisnei de Souza reclama que a contaminação do Rio Doce tornou a água de seus poços artesianos suja - Foto Bruno Fonseca

por Bruno Fonseca, Luiz Guilherme Ribeiro - Agência Pública 

  • Samarco congelou 55 mil processos judiciais para evitar pagar indenizações altas 

  • Renova oferece dinheiro, mas exige que os atingidos não processem a Samarco 

  • Na zona rural de Valadares, moradores perfuram a terra em busca de água limpa

Davi Sales não confia na água tratada do rio Doce que chega às torneiras de sua casa, em Governador Valadares, Minas Gerais. Motorista e vendedor de frutas, ele utiliza água mineral engarrafada para beber e cozinhar para si e a esposa – grávida do primeiro filho. A rotina que já dura mais de dois anos consumiu cerca de R$ 1,5 mil de se...

Please reload

NOTICIAS RECENTES

Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

ORGANIZAÇÃO